Mais de 150 mil contribuintes já aderiram ao «perdão fiscal» e regularizaram um total de 380 milhões de euros em impostos e contribuições à Segurança Social que estavam em atraso.

Segundo o Diário de Notícias, entre os contribuintes que regularizaram a sua situação fiscal, 65% são empresas e 35% são particulares.

A fatia mais expressiva diz respeito ao IVA, seguindo-se o IRC e o IRS. Embora pudessem optar pelo pagamento parcial, a maioria pagou a totalidade da dívida.