As medidas escolhidas pelo Governo para substituir a contribuição extraordinária de solidariedade (CES), inscritas no Documento de Estratégia Orçamental (DEO), vão permitir aos pensionistas - tanto da Caixa Geral de Aposentações (CGA) como da Segurança Social (SS) - recuperar parte do rendimento perdido.

De acordo com as simulações feitas na redação da TVI, e apresentadas pelo editor de Economia, Paulo Almoster, no Gabinete de Crise, no Jornal das 8, um pensionista com uma pensão bruta de 1.200 euros, vai recuperar no ano que vem 18 euros do que perdeu. Isto porque, este ano, com a CES, este pensionista perdeu 42 euros e no ano que vem, com a nova contribuição de sustentabilidade, perde apenas 24.

No novo pacote de medidas, os trabalhadores da função pública saem mais beneficiados do que os do privado, com a reposição de 20% do valor perdido.

Já o aumento na taxa normal de IVA de 23 para 23,25% e o aumento das contribuições dos trabalhadores para a Segurança Social, de 11 para 11,2%, afetam de igual maneira o setor privado e a função pública.