O número de beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI) caiu ligeiramente em março, situando-se nas 222.510 pessoas, menos 1.728 em relação a fevereiro (-0,77%), segundo dados do Instituto de Segurança Social (ISS).

Comparando com o período homólogo de 2013, a quebra é mais significativa, com 49.404 pessoas a perderem o direito a esta prestação social, uma vez que em março desse ano havia 271.814 beneficiários, representando uma quebra de 22,1%.

Os dados do ISS, atualizados a 24 de abril, indicam também uma redução no número de famílias a receber esta prestação, passando de 94.645 em fevereiro para 94.058 em março, menos 587 famílias.

A quebra foi mais acentuada relativamente a março de 2013, com 16.476 famílias a perder o direito ao Rendimento Social de Inserção (-17,5%).

Segundo os dados da Segurança Social, publicados no site, o maior número de beneficiários a receber o RSI reside no distrito do Porto (64.093), seguindo-se Lisboa (39.086), o arquipélago dos Açores (17.480) e Setúbal (16.913).

É também nestes distritos que se concentra o maior número de famílias a receber o RSI, registando-se 27.376 no Porto, 16.582 em Lisboa, 7.268 em Setúbal e 5.680 nos Açores.

Em março, o valor médio por beneficiário foi de 88,95 euros e por família de 213,67 euros.