A empresa Metro Sul do Tejo (MST) anunciou esta segunda-feira que vai lançar uma campanha de desconto de 25% na compra do passe mensal para desempregados que residam nos concelhos de Almada e Seixal.

Mediante a apresentação nos postos de venda assistida de um comprovativo da situação de desemprego, a empresa disponibilizará ao desempregado um desconto de 25% na aquisição do passe, numa campanha que decorre de 16 de setembro a 25 de dezembro.

«Todos os anos, por ocasião da Semana da Mobilidade, procuramos encontrar uma forma de colaborar. Tendo em conta a crise e os problemas do desemprego, chegámos a esta ideia», disse à agência Lusa José Luís Brandão, administrador da empresa.

A campanha permitirá a estas pessoas deslocarem-se na rede do Metro Sul do Tejo durante 30 dias por 12,55 euros. O passe do MST custa 16,75 euros.

«É uma forma de chamar a atenção para o problema e integra-se na responsabilidade social da empresa. Esta iniciativa tem uma duração limitada, mas vamos ver que impacto terá. Se for positivo e se tiver uma adesão significativa poderemos prolongar a campanha», adiantou.

José Luís Brandão lembrou que existem 18.500 pessoas inscritas nos centros de emprego dos dois concelhos agora abrangidos por esta iniciativa.