São exatamente 13.843 as empresas que declararam falência desde a chegada da troika a Portugal, em 2011.

Lisboa, Porto e Braga são os distritos com maior numero de empresas a entrar em insolvência.

Dados avançados pelo «Diário de Notícias» revelam que este ano, de janeiro a julho, faliram cerca de 3.500 sociedades, o que representa uma média de 500 falências por mês, um numero no entanto mais baixo do que o registado no mesmo período do ano passado.

O setor da construção continua a ser o mais afetado, com 19,8% do total de falências.