O preço das habitações em Portugal subiu, pela primeira vez em dois anos, no segundo trimestre deste ano, face ao primeiro. O aumento foi de 0,9%, revelam dados publicados esta quinta¿feira pelo Eurostat.

O aumento trimestral registado no nosso país foi o triplo do que se verificou na Zona Euro (0,3%) e mais do dobro do verificado União Europeia (0,4%).

Na comparação homóloga, no entanto, os preços continuam 4,6% abaixo do nível em que se encontravam no mesmo período de 2012. A queda é mais do dobro daquela que se registou no conjunto da Zona Euro (-2,2%) no mesmo período e quase quatro vezes mais do que na União Europeia (-1,3%).

A descida registada em Portugal foi a sexta mais acentuada entre os Estados-membros sobre os quais há dados disponíveis, mas está a abrandar: nos primeiros três meses do ano, o recuo homólogo havia sido de 7,3%, no último trimestre de 2012 de 6%, e no terceiro trimestre de 2012 chegara aos 7,7%.

Neste segundo trimestre de 2012, as maiores descidas anuais dos preços das casas tiveram lugar na Croácia (-19,7%), Espanha (-10,6%) e Holanda (-7,5%), enquanto as maiores subidas comparativamente ao segundo trimestre de 2012 foram assinaladas na Letónia (+8,8%), Estónia (+8,1%) e Luxemburgo (+5,1%).