O valor gasto com cartões Visa em Portugal nos pontos de venda aumentou mais de 11 % em 2014, face ao ano anterior, para mais de 26 mil milhões de euros, indicou esta sexta-feira a empresa.

De acordo com os resultados financeiros apresentados hoje pela Visa Europe, o crescimento no mercado português acima dos 11% foi superior à média europeia, de 9,4%.

Em causa estão os pagamentos realizados por via eletrónica com cartões Visa, tanto nas lojas como noutros locais.

Sérgio Botelho, diretor da Visa Europe para o mercado português, citado em comunicado, considera que o comércio eletrónico e a utilização de cartões pré-pagos contribuíram para a evolução registada no ano passado.

No caso das transações online com cartões Visa, estas tiveram em 2014 um aumento de 47% no mercado português, para um total superior a 162 milhões de euros, refere a empresa.

Já o segmento dos cartões pré-pagos foi aquele que teve um maior crescimento em utilização no ponto de venda em 2014, mais 53% do que no ano anterior. As transações associadas a estes cartões, que podem ser de utilização única ou recarregáveis, e que incluem, por exemplo, cartões presente e cartões virtuais (para compras online), ultrapassaram o valor de 650 milhões de euros em Portugal.

«Os resultados financeiros para o ano fiscal de 2014 demonstram ainda que os portugueses estão cada vez mais a usar os seus cartões Visa para despesas diárias, com uma média de 57,4 transações por cartão no ponto de venda», informa a Visa Europe, acrescentando que esse indicador cresceu 15% face ao ano de 2013.

No total, registaram-se mais de 665 milhões de transações em pontos de venda em Portugal durante o ano passado, o que significa que um euro em cada 4,24 euros foi gasto com cartões Visa, indica também a empresa.

Em 2013, esse rácio era de um euro para cada 4,52 euros.

«Vamos continuar a reduzir o valor de 70% das transações que ainda são feitas em numerário na Europa e iremos fazer uso da abundância de tecnologia digital que agora nos rodeia, para permitir novas soluções de pagamento digital», afirmou o presidente executivo da Visa Europe, Nicholas Huss.

A empresa prevê aliás o «arranque em massa» dos pagamentos contactless (sem contacto) em Portugal durante o ano de 2015, que neste momento «já estão disponíveis» no país, indica por sua vez o diretor para o mercado português, Sérgio Botelho.

Prevê-se a emissão de cinco milhões de cartões e 15.000 terminais que aceitarão esses pagamentos.

Para o próximo ano, para além dos pagamentos contactless, a Visa Europe espera ainda «uma tendência de crescimento no volume de transações online e o início dos pagamentos móveis».

Os resultados relativos a 2014 apontam para a existência de mais de 500 milhões de cartões Visa em circulação na Europa, «um para cada adulto», mais de 100 milhões dos quais são contactless.

O total gasto no ponto de venda foi de mais de 1,5 biliões de euros, mais 9,4% do que em 2013, o que corresponde a 37 mil milhões de transações.

Quanto ao comércio eletrónico com cartões Visa, os dados revelados indicam que cresceu 17% na Europa, para mais de 280.000 milhões de euros.