A Comissão de Reforma do IRS vai estudar a hipótese de substituir o coeficiente conjugal pelo coeficiente familiar.

De acordo com o Correio da Manhã, o objetivo é o de beneficiar as famílias que tenham mais filhos, dividindo o rendimento bruto por todo o agregado familiar.

Atualmente, os rendimentos brutos são divididos apenas pelos dois sujeitos passivos antes da aplicação da taxa de IRS e os filhos contam como deduções à coleta.

Outra das novidades que a Comissão poderá introduzir é a dispensa da entrega da declaração de impostos para os contribuintes que só tenham uma fonte de rendimento.

A Comissão tomou posse ontem e tem até ao dia 15 de julho para apresentar as conclusões.