O espanhol Amancio Ortega, fundador da cadeia de lojas Inditex, dona da Zara, continuou a ser o europeu mais rico no ano passado, com uma fortuna de 66.400 milhões de dólares (48.154 milhões de euros), segundo a Bloomberg.

Segundo o índice dos 300 mais ricos do mundo da Bloomberg, que é atualizado diariamente, no ano passado o fundador da Microsoft, Bill Gates, foi o homem mais rico do mundo.

Amancio Ortega é o homem mais rico da Europa, tendo visto a sua fortuna aumentar 8.900 milhões de dólares (6.454 milhões de euros) no ano passado.

Também a sua filha, Sandra Ortega, que ocupa a 180.ª posição no índice da Bloomberg, viu o seu império aumentar mais de 500% no ano passado, para um total de 7.300 milhões de euros (5.294 milhões de euros), depois da morte da mãe, Rosario Mera, em agosto último.

Durante 2013, Bill Gates aumentou a sua fortuna em 15.800 milhões de dólares (11.458 milhões de euros), graças à valorização das ações da Microsoft (cerca de 40%).

Além disso, o fundador da multinacional tecnológica, que recuperou em maio do ano passado o título de mais rico do mundo das mãos do investidor mexicano Carlos Slim, beneficiou também da valorização em bolsa dos seus investimentos noutras empresas, como os casos da Ecolab e Canadian National Railway Company.

Slim, o segundo homem mais rico do mundo, foi dos poucos da lista que registou uma descida da sua fortuna, tendo perdio 1.400 milhões de dólares (1.015 milhões de euros), o que para os analistas não deve ser um problema, já que o seu império está avaliado em 73.800 milhões de dólares (53.521 milhões de euros).

O investidor especializado em casinos Sheldon Adelson foi o segundo empresário mais beneficiado em 2013, uma vez que a sua fortuna subiu 14.400 milhões de dólares (10.443 milhões de euros), em boa parte devido ao desempenho do jogo na Ásia, com a sua fortuna a totalizar 37.100 milhões de dólares (26.905 milhões de euros).