As taxas Euribor, usadas como indexante nos créditos à habitação e no financiamento às empresas, estão a cair dia após dia e, em alguns casos, estão mesmo a tocar em valores negativos.

Perante estas descidas constantes, os juros negativos estão a criar problemas aos bancos, mas podem significar boas notícias para os proprietários com empréstimos.

A DECO defende um corte no spread, mas a banca está a resistir a esta ideia.

Ao jornal «Correio da Manhã», o economista da DECO Nuno Rico exemplifica um empréstimo com um spread baixo de 0,3%, indexado à Euribor a três meses. «Se o indexante até ficar negativo – 0,2% por exemplo, os juros devem contar e o cliente pagar só o diferencial de 0,1%», defende. 

Taxas Euribor voltam a descer

 As taxas Euribor desceram hoje de novo a três, seis, nove e 12 meses para novos mínimos de sempre.

A Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação, desceu para 0,099%, um novo mínimo de sempre e menos 0,003 pontos do que na terça-feira, nota a Lusa.

A 12 meses, a Euribor também recuou para 0,217%, menos 0,002 pontos percentuais do que na sessão anterior e novo mínimo histórico.

A três meses, a Euribor caiu para 0,029%, um novo mínimo de sempre e menos 0,003 pontos do que na terça-feira.

No prazo de nove meses, a Euribor desceu para 0,149%, novo mínimo histórico e menos 0,003 pontos do que na sessão anterior.

Na segunda-feira, o Banco Central Europeu (BCE) arrancou com um programa sem precedentes de compra de dívidas soberanas, que vai permitir injetar 60 mil milhões de euros por mês até, pelo menos, setembro de 2016.

O objetivo desta operação denominada Quantitative Easing (QE) é redinamizar a economia da zona euro.

Para os mercados, o QE marca uma mudança histórica da política monetária do BCE.

Na passada quinta-feira, o Conselho de governadores manteve a taxa diretora no mínimo histórico de 0,05%.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.