Os CTT vão aumentar os seus preços a partir de dia 7 de abril, passando o serviço postal universal a custar em média mais 2,6%, informou na quinta-feira à noite a empresa em comunicado à CMVM.

De acordo com os Correios de Portugal, «a alteração de preços enquadra-se no convénio de preços assinado entre os CTT e o regulador» (Autoridade Nacional das Comunicações ¿ Anacom) e pretende fazer frente a um aumento dos custos.

A alteração de preços reflete «não só a queda de tráfego ocorrida em 2013 mas também, entre outros, o acréscimo de custos operacionais com combustíveis e transportes terrestres e aéreos na prestação do serviço de correio», divulgou a empresa na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

O aumento dos preços foi autorizado pela Anacom na segunda-feira, tendo este organismo sublinhado nessa altura que «os CTT devem promover uma adequada ação de divulgação dos novos preços, com uma antecedência mínima de cinco dias úteis sobre a respetiva data de entrada em vigor, através dos meios adequados à informação dos utilizadores e dos segmentos de mercado».