O consumo privado e a atividade económica, que acumulam dois anos consecutivos de quedas mensais, apresentaram «uma melhoria» em junho, mas ainda assim registaram novas quedas, embora menos acentuadas do que em maio, divulgou esta sexta-feira o Banco de Portugal (BdP).

O BdP assinala que, em junho de 2013, o indicador coincidente mensal para a evolução homóloga tendencial da atividade económica «apresentou uma melhoria face ao mês anterior», tal como aconteceu com o indicador do consumo privado.

De acordo com os indicadores de conjuntura do BdP, o indicador coincidente do consumo privado apresentou uma diminuição homóloga de 2,8% em junho (3,3% em maio).

O indicador coincidente da atividade económica - que acumula quedas desde março de 2011 -, por sua vez, caiu 1,6% em junho, uma descida, ainda assim, menos acentuada do que a de maio, de 1,8%.