Só no 1º semestre do ano cada contribuinte teve de pagar mais 74 euros em impostos, sendo que o IRS, por exemplo, subiu 43 euros, comparativamente com o mesmo período do ano passado, escreve o Diário de Notícias.

Os números da execução orçamental divulgados esta quarta-feira mostram um «aumento expressivo» da carga de impostos, segundo o Governo.

Os cálculos à receita fiscal dividida pela população residente são do INE até 2013 e da Comissão Europeia em 2014 e e apontam para um aumento persistente dos impostos per capita no 1º semestre. O fisco conseguiu tirar, em média, mais 74 euros por pessoa. O valor acumulado em impostos de janeiro a junho de 2013 foi 1570 euros per capita, e em junho deste ano foi de 1644 euros.

No IRS, as Finanças foram buscar mais 43 euros por residente, sendo que o total cobrado chegou as 527 euros.