Os portugueses não estão a aproveitar o novo sistema que permite abater ao IRS 15% do IVA suportado com serviços de hotelaria, restauração, cabeleireiros e mecânicos: apenas 6,6% das faturas foram pedidas com número de identificação fiscal.

No ano passado, apenas 40,5 milhões de faturas foram pedidas com NIF, por isso, os portugueses vão receber 19 milhões de euros de benefício fiscal, de um total de 140 milhões que poderiam ter arrecadado.

Estes números ainda não contemplam as faturas de dezembro, que ainda estão a ser processadas. Até Outubro, 2,6 milhões de contribuintes com números de identificação fiscal distintos haviam solicitado faturas nos setores abrangidos pelos benefícios fiscais, o que perfaz cerca de 35% do total dos contribuintes.

É na reparação automóvel que as faturas são mais solicitadas.