Afinal, os contribuintes vão poder alterar deduções se saúde e educação se tiverem faturas que não tenham sido contabilizadas pelo Fisco.
 
Apesar da reforma do IRS determinar que apenas são consideradas como dedutíveis ao IRS as faturas com NIF comunicadas à Autoridade Tributária, o Governo considera que este sistema levanta ainda muitas dúvidas junto dos contribuintes.
 
Por isso, segundo o Jornal de Notícias/Dinheiro Vivo, vai ser criada uma solução legislativa que permitirá aos contribuintes substituir o valor das deduções já preenchido pelo Fisco na declaração de imposto.
 
A alteração só pode ser feita caso o contribuinte tenha uma fatura com NIF que não tenha sido considerada pelo Fisco. Esta solução também resolve a questão das faturas das despesas de saúde, refeições escolares e transporte.