O número de beneficiários do abono de família continua em queda. Só este ano, menos de 48 mil crianças e jovens deixaram de receber esta prestação.
 
Esta é a conclusão das estatísticas reveladas pela segurança social divulgadas hoje que indicam que, comparando com o ano passado, são menos 4% de beneficiários.
 
Depois de, em 2010, as famílias do quarto e quinto escalões terem sido excluídas deste ano, não houve mais alterações significativas nas regras, mas o número de beneficiários continua a cair.
 
A redução da natalidade pode, em parte, explicar esta diminuição, assim como a obrigatoriedade de apresentar a prova escolar.
 
No entanto, o Governo quer avaliar melhor o abono de família, uma prestação que prometeu aumentar já no próximo ano.