Os empresários portugueses são conhecidos pela elevada qualidade técnica e know-how nas mais diversas áreas de actividade, desde a engenharia, passando pela arquitectura, ciência, saúde, bem como pelos recursos humanos qualificados e pela capacidade de se adaptarem a diferentes culturas, aspecto tão significativo e relevante nesta matéria.



A verdade é que, por razões de afinidade histórica e linguística, os países emergentes têm sido muito procurados. Países como Moçambique e Colômbia têm taxas de crescimento muito interessantes e são mercados muito procurados pelos portugueses.

No entanto, esta é uma altura em que vale a pena investir na procura de novos mercados e de novos clientes. Para tal, importa conhecer profundamente os diversos regimes jurídicos, é fundamental conhecer as diferentes culturas, perceber os timings de actuação e é determinante conhecer as necessidades de cada mercado e as oportunidades que, a cada momento, podem surgir, em determinado setor ou área de investimento.

Estar ao lado das empresas, num período como aquele que atravessamos, significa muitas vezes aconselhar os empresários, por vezes mostrando que poderá ser mais vantajoso avançar para um determinado mercado, não raras vezes diverso daquele em que pretendia investir.

Num projecto de internacionalização é fundamental uma análise profunda da situação em que a empresa se encontra, especialmente sob dois pontos de vista cruciais: a situação financeira em que se encontra e a capacidade financeira de que dispõe para se lançar num projecto desta natureza; e os recursos humanos de que dispõe.

A cada empresa deverá ser feito um rigoroso diagnóstico de internacionalização, atendendo às especificidades quer da empresa, quer do(s) mercado(s) e setor(es) de actividade em que se pretende investir. É necessário um estudo prévio antes de se esboçar um plano de internacionalização. Há um caminho (estreito, é certo, mas está lá) a percorrer. Saibamos munir-nos das ferramentas certas.

Leonor Guedes de Oliveira, advogada (leonor.oliveira@jpab.pt)