O Governo ainda não sabe quanto gasta o Estado em suplementos salariais, segundo o Público. Apesar dos dados conhecidos na semana passada através do inquérito feito pela Direção-Geral do Tesouro e Finanças, muitas empresas não responderam ou fizeram-no de forma parcial. A taxa de respostas ficou-se pelos 49%.

No site da DGTF lê-se: « nem todas as empresas prestaram a referida informação e, por outro lado, relativamente a um universo significativo de empresas, não foi facultada a totalidade dos dados requeridos». Além disto, «verificaram-se incorreções e incongruências, «cuja validação e correção junto das empresas não foi possível concretizar face à dimensão do universo e tempo disponível».

Os dados conhecidos mostram que os funcionários públicos recebem um total de 700 milhões de euros anuais em suplementos salariais, a que se somam mais 368 milhões de euros do Setor Empresarial do Estado e, pelo menos, outros 18 milhões às empresas que orbitam na esfera do setor empresarial local.