A Direção-Geral do Orçamento (DGO) divulga hoje o valor do défice orçamental até julho, em contas públicas, pretendendo o Governo fechar o ano com um défice de 2,2% do Produto Interno Bruto (PIB), em contas nacionais.

No primeiro semestre deste ano, o défice das administrações públicas, registado em contas públicas, caiu para os 2.867,2 milhões de euros, menos 971,2 milhões de euros do que nos mesmos meses de 2015.

De acordo com a síntese da execução orçamental de junho, as administrações públicas registaram um défice de 2.867,2 milhões de euros na primeira metade do ano, uma evolução que resultou de um crescimento da receita (2,9%) superior ao da despesa (0,2%).

No entanto, comparando com o défice registado até maio, verificou-se um aumento superior a 2.400 milhões de euros só no mês de junho, uma vez que, nos primeiros cinco meses do ano, as administrações públicas tinham registado um défice de 394,9 milhões de euros.