O grupo Ricon, um dos maiores grupos textéis, com sede e fábricas em Vila Nova de Famalicão, está em processo de insolvência e pode colocar 800 trabalhadores no desemprego.

A empresa, que faturou cerca de 50 milhões de euros no ano passado, já entregou no tribunal de famalicão o processo de falência.

Em causa está um das empresas do grupo, a Delveste, que tem perto de duas dezenas de lojas Gant em todo o país, e é responsável por 50% da produção do grupo.

O presidente executivo enviou um comunicado aos trabalhadores a dizer que as negociações com a banca para renegociar a dívida da empresa Gant não chegaram a bom porto.