O grupo bancário norte-americano JPMorgan Chase anunciou que prevê despedir este ano 8.000 trabalhadores de áreas do crédito hipotecário e de cartões de crédito e contratar 3.000 funcionários para outras áreas.

No final de 2014, o banco terá 260.000 funcionários quando tinha 265.000 a 31 de dezembro de 2013, revelou a entidade financeira a um grupo de investidores.

O JPMorgan Chase, que registou lucro no último ano, apesar de vários contenciosos na justiça que o obrigaram a despender 13 mil milhões de dólares, referiu que a área dos empréstimos imobiliários será a mais afetada pela supressão de postos de trabalho, devido à diminuição de atividade.

Por outro lado, o JPMorgan conta reforçar o ramo de investimento, em particular na área do investimento de empresas.

Apesar da diminuição de funcionários, o nível de despesas será equivalente ao de 2013, 59 mil milhões de dólares.

O JPMorgan, primeiro banco norte-americano em termos de ativos, registou em 2013 um lucro de 17,9 mil milhões de dólares, um recuo de 16% em relação aos 21,3 mil milhões do ano anterior.