"Segundo as estimativas, a taxa de contribuição para o audiovisual para o período 2016/17 será inferior em 150 milhões de libras [cerca de 212 milhões de euros] face ao previsto em 2011", já que as pessoas veem cada vez mais televisão que não o televisor, segundo Tony Hall, diretor-geral da BBC.