O Presidente do Irão, Hasan Rohani, considera que o fim das sanções internacionais resolve apenas “40% dos problemas económicos” do país e que o resto vai depender dos esforços internos.

“Não se vai dar o caso de a economia se corrigir apenas através da interação com o exterior. Isso é só 40%, o resto são assuntos relacionados com a situação interna”, afirmou, esta noite, num discurso transmitido pela televisão em que falou da recente visita à Europa, durante a qual alcançou vários acordos económicos e políticos.

Nesse sentido, Rohani pediu “vontade nacional” com vista ao desenvolvimento económico após o fim das sanções internacionais e manifestou a necessidade de “aproveitar as novas relações abertas com o mundo” em todos os domínios.