A cadeia australiana ABC confirmou que vai suprimir cerca de 400 postos de trabalho na sequência dos cortes orçamentais na ordem de 220 milhões de dólares (178 milhões de euros) nos próximos cinco anos.

«Antecipamos que mais de 400 pessoas, cerca de 10% da nossa força laboral, enfrenta uma potencial cessação de funções como resultado dos ajustamentos», disse o diretor da ABC, Mark Scott.

Mark Scott explicou que a cadeia estatal vai fazer uma revisão aos imóveis a serem colocados à venda e encerrará o estúdio de produção na cidade de Adelaida, bem como outros cinco gabinetes regionais de rádio, entre outras medidas, informou a ABC.

Os cortes no orçamento da ABC e da emissora estatal, com licença especial, SBS, que se identifica com a população imigrante, foram anunciados na quarta-feira pelo ministro australiano das Comunicações, Malcolm Turnbull.
O corte de que vai ser alvo a ABC representa 4,6% do seu orçamento, enquanto o golpe nas contas da SBS será de cerca de 21,8 milhões de dólares (17,6 milhões de euros).