Dia 1 de abril é o primeiro dia em que é possível entregar a declaração do IRS relativa a 2015. Há duas fases possíveis, a primeira este mês e a segunda em maio. A entrega continua a poder ser feita tanto em papel, nas Finanças, como pela Internet. Quem escolhe o meio eletrónico, terá de ter atenção ao browser escolhido, porque nem todos carregam os ficheiros do Fisco. 

Fases de entrega do IRS

O prazo é igual para a entrega da declaração em papel ou por via eletrónica..

- A primeira fase abrange os trabalhadores com rendimentos provenientes de trabalho dependente e pensionistas.

- A segunda fase começa em maio e destina-se aos trabalhadores independentes e restantes contribuintes

Como entregar a declaração pela Net?

- Os contribuintes podem optar por entregar a declaração em papel ou via eletrónica. No entanto, o portal das Finanças avisa que a entrega das declarações pela Net não é possível a quem esteja a utilizar as versões mais recentes do Google Chrome ou Microsoft Edge, que são incompatíveis com a tecnologia Java.

O que fazer? Há dois caminhos possíveis: ou o contribuinte instala um browser compatível com a tecnologia usada pelo fisco, como Internet Explorer, o Firefox ou Safari, ou instala a aplicação das Finanças. É necessário ter instalado o Java para que esta aplicação corra no computador.

IMI: prazo também a decorrer

Também é partir de amanhã que se dá início ao pagamento da prestação de abril do Imposto Municipal sobre Imóveis.

Este ano, as famílias com filhos poderão ter desconto na liquidação do imposto caso as autarquias onde residem tenham aderido ao chamado IMI familiar.

São cerca de 860 mil as famílias em condições de beneficiarem deste desconto que varia consoante o número de filhos.