O Governo reuniu-se esta quinta-feira, pela segunda vez, com os novos donos da TAP, os empresários David Neeleman e Humberto Pedrosa, para discutir controlo da companhia aérea, disse à Lusa fonte oficial do Ministério do Planeamento e das Infraestruturas.

“A reunião decorreu de forma muito positiva e as negociações vão continuar”, disse a mesma fonte, sem adiantar mais pormenores.


O encontro, que decorreu ao final da tarde, contou com as presenças do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, do secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme W. d’Oliveira Martins, e dos empresários David Neeleman e Humberto Pedrosa, do consórcio Gateway.

A primeira reunião entre as duas partes decorreu a 17 de dezembro de 2015.

À saída deste primeiro encontro, David Neeleman, quando questionado sobre se o consórcio estava disponível para reverter o negócio, afirmou: “Só falámos que a gente vai cumprir com o contrato que assinámos. Foram as condições que aceitámos quando investimos o nosso dinheiro, explicámos isso tudo”.

O empresário Humberto Pedrosa, por sua vez, afirmou na altura que o seu projeto para a TAP "não se adapta" com uma posição de minoria.

No dia seguinte à reunião, a 18 de dezembro, o ministro Pedro Marques afirmou que o processo de recuperação da maioria do capital da transportadora aérea TAP para o Estado deve ser “célere”, não sendo esta vontade do Governo PS “inesperada e nova”.

“Estamos no início de um processo negocial que, de qualquer forma, deve ser célere até para a estabilidade da própria empresa. Não é uma corrida de 100 metros, claramente, mas creio que estamos a fazer bem”, disse, na altura, aos jornalistas em Matosinhos.


O acordo de conclusão da venda direta de 61% do capital da TAP foi assinado no dia 12 de novembro entre a Parpública, empresa gestora das participações públicas, e o agrupamento Gateway, na presença da então secretária de Estado do Tesouro, Isabel Castelo Branco, do então secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Miguel Pinto Luz.