O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, comprometeu-se a reforçar a relação especial com Inglaterra como forma de estimular a economia mundial e limpar o sistema bancário.

O executivo disse que havia uma ligação e vínculo com a Inglaterra que «não iria quebrar», refere o «Times».

«A Grã-Bretanha dá amizade e apoio para aos Estados Unidos no Iraque e no Afeganistão e isso não será esquecido», disse Obama.

«A relação especial vai ficar ainda mais forte com o passar do tempo. Ela não é importante apenas para mim, mas também para o povo americano», concluiu o presidente dos EUA.