A taxa de desemprego na Grécia atingiu em outubro 27,8%, o valor mais alto da série histórica, informou esta quinta-feira a autoridade estatística grega Elstat.

O número de desempregados atingiu 1,39 milhões de pessoas, ou seja 27,8% da população ativa em números corrigidos de variações sazonais, mais 1,7 pontos percentuais que no mesmo mês de 2012 e mais 0,1 pontos percentuais que em setembro do ano passado.

A taxa de desemprego em setembro de 2013 foi revista em alta para 27,7%.

Ao contrário, os dados revistos pelo Eurostat, publicados na quarta-feira, indicavam que o desemprego em setembro na Grécia tinha sido de 27,4%.

A maior percentagem atinge os menores de 25 anos, cujo grupo de população tem uma taxa de desemprego de 57,9%

As mulheres continuam a ser as mais atingidas, com o desemprego a aumentar para 32,1%, enquanto o dos homens é de 24,7%.

Em outubro de 2008, no início da crise, o desemprego na Grécia era de 7,5%.