Meio milhão de portugueses fixaram-se no estrangeiro desde 2008, ano que ficou marcado pelo início da crise financeira internacional e que teve como consequência o pedido de resgate financeiro.

Os registos consulares, escreve o «Correio da Manhã» esta segunda-feira, mostram que nos 27 países onde vivem mais portugueses o crescimento foi de 410 mil pessoas. Só desde o início do ano até novembro mais de 100 mil outros cidadão portugueses terão emigrado. Em 2012 há registo da saída de 120 mil.

O Secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, numa análise sobre a dimensão da emigração em 2013 sublinhou ao mesmo jornal que «continua a haver um aumento significativo dos portugueses que emigram».

França, Reino Unido, Venezuela, Angola e Reino Unido representam as maiores subidas.