França e Alemanha terão acordado, esta segunda-feira, um terceiro resgate à Grécia para a segunda metade do ano, depois de ter rejeitado um novo perdão da dívida, escreve o «El Mundo».

A possibilidade de um terceiro resgate tem vindo a ser analisada há alguns meses pela Alemanha, mas as eleições de setembro e as longas negociações para formar uma coligação adiaram o plano.

Um documento interno no ministério das Finanças alemão, a que o «Der Spiegel» teve acesso e que hoje é citado pelo jornal espanhol «El Mundo», indica que o ministro das finanças alemão já tem pronto um novo pacote de ajuda entre os dez mil milhões e os 20 mil milhões de euros.

As necessidades iminentes de liquidez de Atenas estão entre os cinco e os seis mil milhões de euros.

O plano deve ser negociado antes das eleições europeias, a 25 de maio. «Se há (ajudas) e quando, saberemos o mais tardar até meados de 2014», sublinhou Schauble.