O primeiro-ministro anunciou a criação de mais um grupo de trabalho, desta vez para a natalidade.

Num levantamento feito pelo Diário de Notícias, no início de fevereiro, estavam em funções 108 grupos de trabalho e comissões dos 208 a que o Executivo de Passo Coelho já recorreu desde o início de funções. Mas dos 100 que teriam terminado funções, o DN não entrou qualquer rasto de relatórios ou conclusões.

À cabeça na criação destes grupos está o Ministério da Saúde (18 grupos mais 5,, com outras tutelas), o Ministério da Defesa (com 9 e mais 4 de tutela partilhada) e o Ministério da Economia (5 grupos próprios e 6 partilhados).