O Fundo Monetário Internacional vai apresentar, na próxima semana, previsões de crescimento para a economia global. A diretora-geral, Christine Lagarde, deixou já escapar que serão positivas, mais positivas do que as de julho.

Na próxima semana vamos dar a conhecer a atualização das nossas previsões antes da assembleia anual, e provavelmente serão mais otimistas (que as de julho)”

Em julho, o FMI antecipava uma expansão mundial de 3,5% em 2017 e de 3,6% em 2018.

Lagarde falava ainda na quinta-feira, num discurso na Universidade de Harvard (Boston), antes do início da reunião do FMI, entre 10 e 15 de outubro, em Washington.

Da última vez que se pronunciou sobre Portugal, em setembro, o Fundo defendeu que há mudanças a fazer para o país assegurar crescimento futuro. Apesar de estar entre as instituições mais otimistas sobre o crescimento da economia portuguesa no curto prazo, deixou avisos ao Governo, nomeadamente sobre a banca e o investimento.