As taxas Euribor mantiveram-se esta sexta-feira em mínimos históricos em todos os prazos, apesar de inalteradas a três meses e terem acentuado as quedas a seis, nove e a doze meses, face a quinta-feira.

A Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação, caiu 0,012 pontos percentuais para 0,079%, repetindo um mínimo de sempre.

A três meses, a Euribor manteve-se inalterada nos 0,012%, face a quinta-feira, batendo também um mínimo de sempre.

No prazo de nove meses, a Euribor recuou 0,001 pontos percentuais em relação à sessão anterior, ao fixar-se em 0,129%, um novo mínimo histórico.

A doze meses, a Euribor fixou-se em 0,188% (menos 0,002 pontos percentuais), também o valor mais baixo de sempre, refere a Lusa. 

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.