Hoje há uma nova greve nos transportes. Esta é mais uma paralisação às horas extraordinárias.
 
O Tribunal Arbitral decretou como serviços mínimos 25% das ligações de longo curso e regionais.
 
O Sindicato dos ferroviários convocou uma greve às horas extraordinárias, feriados e trabalho em dias de descanso semanal para todo o mês de junho.
 
No entanto, os árbitros co Conselho Económico e Social consideram que a greve só terá impacto neste dia de feriado nacional e por isso apenas definiram serviços mínimos para hoje.
 
Quanto ao transporte ferroviário suburbano, o tribunal entendeu que as necessidades de deslocação no feriado poderiam ser asseguradas por outros meios de transporte.