O líder da Impresa, Francisco Pinto Balsemão, foi esta terça-feira eleito presidente da assembleia-geral da COTEC Portugal - Associação Empresarial para a Inovação e Marcelo Rebelo de Sousa assumiu a função de presidente honorário da entidade.

Na assembleia-geral da COTEC, que decorreu em Lisboa, houve uma "alteração estatutária em que o Presidente da República assumiu uma nova função de presidente honorário da COTEC, que entendeu que era uma forma mais abrangente e semelhante àquilo que se passa com os chefes de Estado quer em Itália, quer em Espanha, nas COTEC respetivas", disse à Lusa o presidente da direção da COTEC, Francisco de Lacerda.

Esta mudança "levou à eleição de um novo presidente da assembleia-geral" da entidade, Francisco Pinto Balsemão.

Francisco de Lacerda disse que a assembleia-geral foi "bastante positiva", tendo sido aprovado o relatório e contas do ano passado e apresentado um plano de ação e orçamento para este ano.

De acordo com o gestor, trata-se de "um orçamento ambicioso e um plano de ação para atuar em várias frentes dentro das prioridades estratégicas", que passam por questões relacionadas com os consórcios de cooperação tecnológica, promoção e até avaliação de políticas públicas e a promoção da ligação das universidades às empresas.

"São os três pilares fundamentais onde estamos envolvidos", disse Francisco de Lacerda.

"A aceitação dos associados é grande e temos felizmente a confiança dos associados", adiantou.

Para o presidente da COTEC, estar à frente da entidade é "um desafio de continuar uma tradição de uma associação que tem tido bastante sucesso e um papel muito relevante na modernização da economia portuguesa".