O Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos denunciou problemas informáticos nas repartições de Finanças por ter entrado em vigor esta segunda-feira a nova política de acesso à base de dados do Fisco e a regularização de dívidas de portagens.

Ao início da manhã desta segunda-feira, segundo os relatos que chegaram ao presidente do sindicato, Paulo Ralha, “a maioria” das repartições de Finanças registavam problemas no acesso dos trabalhadores à base de dados, criando dificuldades no atendimento dos contribuintes.

“De manhã ninguém conseguia aceder às aplicações informáticas. O sistema não permitia aos trabalhadores o acesso, e não tinham instruções sobre como ultrapassar o problema. A meio da manhã, nalguns serviços foi finalmente descoberta uma maneira de ultrapassar esses constrangimentos”, disse à Lusa o sindicalista.