Os bancos já pagaram ao Estado um total de 756 milhões de euros relativos à contribuição do setor bancário, avança o Diário Económico.

O valor pago este ano foi de 182 milhões de euros, mais 231 milhões do que a verba arrecadada no ano anterior, porque oi Estado decidiu aumentar o limite máximo da contribuição da banca no Orçamento do Estado para 2015.

Esta contribuição foi introduzida pela primeira vez em 2011, ano em que Portugal pediu o resgate financeiro. Mas contrariamente à taxa especial sobre o setor energético, que tem caráter temporário, a taxa da banca tem caráter permanente.

Desde 2011 e até ao final do primeiro semestre deste ano, os bancos pagaram um total de 755,8 milhões de euros, que revertem para o ^fundo de Resolução.