O ministro adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, lembrou esta quarta-feira no Parlamento que nenhum contrato swap foi assinado na vigência do atual Governo.

«Este governo resolveu um problema que não criou. Nenhum contrato swap foi celebrado na vigência deste Governo», lembrou na comissão parlamentar de Ética, perante os ataques dos deputados.

«Temos de deixar de confundir o mensageiro com a mensagem. Este Governo identificou um problema, que ninguém até aqui tinha identificado, e resolveu-o, não tendo contribuído para ele», sublinhou.

«A mensagem que estamos a passar para um Governo é que é melhor, se identificarem um problema, não o tentarem resolver, sobretudo se ele é complicado e pode demorar algum tempo para resolver, porque senão ficam com o ónus. É isso que queremos passar, em termos de cultura e responsabilidade política de um Governo?», questionou.

Poiares Maduro explicou ainda que estes contratos demoram tempo a resolver por serem «complexos», envolverem partes internacionais, e serem «extremamente difíceis do ponto de vista da apreciação técnica».