A atividade económica em Portugal voltou a cair em julho, mas este foi o quinto mês consecutivo em que a queda abrandou, revelam dados do Banco de Portugal divulgados esta sexta-feira.

De acordo com o banco central, o indicador coincidente da atividade económica recuou 1,1% no mês passado, continuando a atenuar o ritmo de deterioração que já dura desde fevereiro.

O indicador coincidente do consumo diminuiu 2,6% face ao mesmo mês do ano passado, continuando a atenuar o ritmo de queda, desde há um ano.