​Desde 01 de janeiro que a cadeia de supermercados Pingo Doce deixou de ter um limite mínimo para pagamentos por multibanco.

A medida, que a Jerónimo Martins sublinha que sempre foi de caráter transitório, impedia que os clientes pagassem através de cartão multibanco compras inferiores a 20 euros e vigorou durante dois anos.

A dona da rede de supermercados estimou na altura uma poupança anual de mais de cinco milhões de euros com esta medida.

A Jerónimo Martins sublinha à TVI que na origem da decisão estão «condições de contexto», nomeadamente a revisão em baixa das comissões cobradas nos pagamentos efetuados com cartão.

Recorde-se que por decisão de Bruxelas os bancos só podem agora cobrar até 0,2% por movimento.