Os contratos de luz e gás vão passar a ser iguais, mais pequenos e mais fáceis de ler.

Segundo a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) a medida entra em vigor já no mês de abril e, a partir dessa data, todos os comercializadores serão obrigados a apresentar aos futuros clientes uma ficha padronizada desenvolvida pelo regulador.

O objetivo passa a ser, que todas as informações relevantes para os consumidores estejam bem claras.

Desde a liberalização do mercado, a ERSE tem recebido mais reclamações relacionadas, sobretudo, com valores repetidos e estimativas.

O regulador anunciou também a criação de um grupo de trabalho com várias associações de consumidores, cuja missão é enviar as situações de conflito entre clientes e empresas para centros de arbitragem e evitando assim os tribunais.