A atividade económica subiu ligeiramente em julho, invertendo a tendência de queda. Já o consumo privado voltou a descer, segundo indicadores divulgados pelo Banco de Portugal. 

O indicador coincidente mensal para a atividade económica subiu para 0,5% em julho, depois de em junho ter sido de 0,3%.

Esta subida interrompe um ciclo de queda que vinha desde o final do ano passado, apesar da estabilização verificada em junho (nos 0,3%).

Por sua vez, o indicador coincidente mensal para o consumo privado manteve o perfil descendente. Essa tendência iniciou-se em fevereiro, depois da estabilização verificada desde meados de 2015