A Mota-Engil estima crescer 11% ao ano e alcançar, até 2020, os 4 mil milhões de euros de volume de negócios nas três regiões onde opera, de acordo com o plano estratégico da empresa Step Up 2020.

A maior construtora portuguesa espera consegui-lo num contexto de retoma das economias africanas e de recuperação do preço das matérias-primas.

Para além disso, conta com os investidores, no sentido de manterem o interesse no financiamento de grandes projetos em África e América Latina.

A empresa estima também o crescimento do volume de negócios com menor exigência de fundo de maneio e a existência de dois mercados estratégicos em cada região que assegurem 60% da faturação da respetiva região.

Recorde-se que a Mota-Enfil opera em três continentes: Europa, África e América Latina.

As ações da empresa estão a reagir positivamente a este anúncio: sobem quase 2% para 1,75 euros no índice de referência da bolsa portuguesa, o PSI20.