Em comunicado, o Governo anuncia que «o novo regime mantém a tributação dos rendimentos em sede de Imposto Sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC) à taxa de 5%», adiantando que recebeu luz verde de Bruxelas.