O Governo aprovou, esta quinta-feira, a minuta do acordo relativo à conclusão da reconfiguração da participação do Estado no capital social da TAP, que coloca o Estado como acionista maioritário.

De acordo com o comunicado do Conselho de Ministros desta quinta-feira, com esta aprovação, “fica, assim, integralmente cumprido o compromisso assumido no Programa do Governo de o Estado passar a ser o maior acionista da TAP, de forma a, em conjunto com a Atlantic Gateway, capitalizar, modernizar e assegurar o desenvolvimento da companhia, ao serviço dos portugueses e de uma estratégia de afirmação lusófona”.

Em fevereiro de 2016, o Governo de António Costa reforçou a posição do Estado de 39% para 50%.

Com esta reconfiguração, o consórcio privado Atlantic Gateway fica com 45% do capital do grupo que tem como principal ativo a transportadora aérea e os restantes 5% ficam nas mãos dos trabalhadores.