O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, anunciou que vai reunir na próxima semana com o Governo para ficar a conhecer os planos do Executivo para as empresas de transportes públicos da capital.

«Tenho uma reunião na próxima semana com o senhor ministro da Economia e com o senhor secretário de Estado dos Transportes e vou ouvir do Governo qual a sua posição atual sobre o processo, afirmou António Costa à Lusa.

Costa, no seu discurso de tomada de posse para o seu terceiro mandato à frente da Câmara de Lisboa, defendeu que os transportes públicos devem estar «ao serviço da cidade e das suas populações» e que «não são um negócio para vender a preço de ocasião» a pretexto da redução de uma dívida «que não para de aumentar».

A dirigente da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) Anabela Carvalheira já anunciou, entretanto, que os trabalhadores das duas empresas vão «manter a sua luta» para «dificultar o mais possível» a concessão.

A sindicalista lembrou que os anúncios do Governo de concessionar as duas empresas de transportes a operar em Lisboa já ocorreram em 2012 e 2013, mas sem os concretizar.

«Eles continuam a dizer que o vão fazer em 2014, os trabalhadores cá estarão para fazer o seu trabalho de dificultar o mais possível esta situação, mantendo a sua luta», garantiu Anabela Carvalheira.