O Governo está a estudar a divisão das redes da Carris e STCP no âmbito da concessão dos transportes a privados, revela o Jornal de Negócios.

Segundo os documentos de consulta sobre a abertura à iniciativa privadas transportadoras, uma das questões colocadas pelo Executivo é como avaliam a possibilidade de a rede «ser integralmente incluída no âmbito de um único contrato ou ser dividida em duas zonas de dimensões semelhantes, abertas à iniciativa privada mediante dois contratos distintos».

Em cima da mesa continua ainda a possibilidade de os futuros interessados apresentarem uma proposta conjunta pela STCP e Metro do Porto e Carris e Metropolitano de Lisboa.