O Banco Central Europeu vai começar a comprar dívida pública já na próxima segunda-feira. A informação foi avançada pelo banco central, que sublinha que há um número significativo de efeitos positivos desde a decisão do lançamento do programa de compra de dívida.

Aguardam-se mais pormenores sobre o programa de compra de dívida, numa conferência de imprensa marcada para as 14:30, hora de Lisboa.

O Banco Central Europeu (BCE) reviu ainda em alta as suas previsões de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) na zona euro para 2015 e 2016 e reviu em baixa a previsão de inflação para este ano, subindo a de 2016.

A instituição monetária, tendo em conta a descida do preço do petróleo, prevê que este ano o crescimento do PIB seja de 1,5% e não de 1%, enquanto a previsão para 2016 deverá ficar em 1,9% em vez de 1,5%, anunciou o presidente do BCE, Mario Draghi.

Foi também divulgada uma primeira previsão de crescimento para 2017 de 2,1%.

Quanto à inflação, o BCE prevê que haja uma estagnação dos preços este ano, contra uma anterior estimativa de um aumento de 0,7%.

Os preços deverão começar a recuperar gradualmente este ano e a inflação deverá atingir 1,5% em 2016, contra uma anterior previsão de 1,3%, afirmou Draghi.

Para 2017, o BCE avançou com uma primeira previsão de inflação de 1,8%.