Está aí a chegar a Black Friday. O dia dos descontos significativos é já esta sexta-feira. Para saber se as promoções compensam tanto quanto apregoam, o Portal da Queixa criou um site dedicado à Black Friday.

Essa página é lançada hoje (espreite já aqui) e permite ao consumidor comparar os preços e marcas, para perceber se as promoções são verdadeiras e se compensam mesmo.

São várias as marcas que se associaram, desde marcas de roupa e de sapatos, de crianças, eletrodomésticos, automóveis, produtos para animais, cosmética, entre outros.

Fraudes? Reclame

O site serve também para alertar para alegadas fraudes. Para isso, há um campo chamado black fraudes, com um link direto para o Portal da Queixa. Os consumidores podem denunciar as alegadas más praticas imediatamente e alertar, deste modo, outros consumidores.

A febre da Black Friday nem sempre é o que parece. Um estudo do Which?, um grupo ligado à defesa e análise do comportamento dos consumidores, no Reino Unido, veio revelar na segunda-feira que muitos produtos com desconto podem ser comprados pelo mesmo preço, ou ainda mais baratos, em outras épocas do ano.

No ano passado, a Black Friday rendeu 1,8 milhões de euros só em vendas online em Portugal.