A Comissão Europeia decidiu multar as empresas Philips, Samsung e Infineon em 138 milhões de euros por cartel no fabrico de chips para cartões.

Segundo a CE, as empresas Infineon, Philips, Samsung e Renesas (então uma «joint venture» entre Hitachi e Mitshubishi) coordenaram esforços no mercado de chips de cartões, violando as regras europeias que proíbem cartel.

Em resultado da investigação que a Comissão Europeia abriu a estas fabricantes de chips de cartões, foi agora divulgado que Bruxelas impôs multas que totalizam 138 milhões de euros às empresas Philips, Samsung e Infineon.

De fora ficou a Renesas, que beneficiou de imunidade total ao abrigo da legislação que permite clemência por ter revelado a existência do cartel.

Os contactos entre as empresas e que deram origem ao cartel foram bilaterais e aconteceram entre setembro de 2003 e setembro de 2005.

A alemã Infineon foi multada em 82,8 milhões de euros, a holandesa Philips em 20,1 milhões de euros e a sul-coreana Samsung vai ter de pagar 35,1 milhões de euros.

Esta já não é a primeira vez que os fabricantes de chips

são punidos por não respeitarem as regras europeias. Os chips são utilizados tanto em cartões bancários, como em cartões SIM dos telemóveis e até nos passaportes.